"O Lollapalooza foi fundado na diversidade, inclusão, respeito e amor. Com isso em mente, DaBaby não irá atuar no Grant Park", disse o festival de Chicago no Twitter.

Os músicos Young Thug e G Herbo devem substituir o rapper, informou o festival.

DaBaby, cujo nome verdadeiro é Jonathan Lyndale Kirk, foi criticado durante um concerto no final de julho, quando foi acusado de espalhar desinformação sobre o HIV. O músico fez também uma série de comentários homofóbicos e de afirmações insultuosas sobre as mulheres.

Grandes nomes da música, incluindo Elton John, Madonna ou Dua Lipa, criticaram DaBaby nas redes sociais.

"A desinformação e a homofobia sobre o HIV não têm lugar na indústria da música. Devemos desfazer o estigma sobre o HIV e não divulgá-lo", disse a Elton John Foundation no Twitter.

Perante a onda de críticas, DaBaby pediu desculpas no Instagram, mas foi imediatamente criticado por dizer no seu vídeo que os seus "fãs gays não têm sida" porque "têm classe" e não são "porcos" ou "viciados".

Pouco depois, o artista voltou a pedir desculpa, admitindo que foi  "insensível", mas que não foi intencional. DaBaby foi nomeado ao Grammy de Gravação do Ano em 2021 por "Rockstar".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.