Este é o terceiro adiamento consecutivo do evento, desde o início da pandemia. O festival realiza-se todos os anos, durante dois fins de semana em abril, no deserto californiano, em Indio, no estado da Califórnia.

Em 2020, foi inicialmente adiado para outubro, e depois para abril deste ano. A organização ainda não decidiu se vai propor novas datas para a edição de 2021.

O responsável para a Saúde Pública do condado Riverside, Cameron Kaiser, justificou a decisão com "o ressurgimento da COVID-19" na zona e no mundo.

O festival, que celebrou o 20.º aniversário em 2019, recebe "centenas de milhares de espetadores de vários países, alguns dos quais atingidos de forma desproporcional pela pandemia da COVID-19", explicou.

Kaiser indicou ainda que o festival 'irmão', Stagecoach, que se realiza no mesmo local uma semana depois e é organizado pelo mesmo promotor (Goldenvoice), também foi cancelado, depois do adiamento para outubro passado.

Também na semana passada, o festival de Glastonbury, no Reino Unido, foi cancelado, pelo segundo ano consecutivo, devido à COVID-19.

De acordo com um relatório, a economia local da zona do vale de Coachella poderá sofrer perdas no valor de 700 milhões de dólares (mais de 576 mihões de euros) com os sucessivos adiamentos do festival.

A pandemia de COVID-19 provocou, pelo menos, 2.191.865 mortos resultantes de mais de 101 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.886 pessoas dos 698.583 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.