"Charlie foi submetido a uma cirurgia coronária com sucesso", mas os médicos consideram que o músico precisa de repouso, explicou o porta-voz do baterista dos Rolling Stones.

"Faltam algumas semanas para os ensaios, é decepcionante, é o mínimo que podemos dizer, mas é preciso dizer que ninguém contava com isto", acrescentou.

"Por uma vez que seja, estou fora de tempo", gracejou o baterista, em comunicado. "Estou a trabalhar no duro para ficar completamente saudável, mas isso levará algum tempo", frisou.

A digressão, que inicialmente estava agendada para 2020, foi adiada devido à pandemia. Os concertos arrancam a 26 de setembro em San Luis (Missouri) e terminam em 20 de novembro em Austin (Texas).

Nos concertos, Charlie Watts será substituído por Steve Jordan.

"Temos uma vontade grande de voltar a ver Charlie, e queremos que recupere completamente", escreveu Mick Jagger nas redes sociais. "Obrigado ao nosso amigo Steve Jordan por se juntar a nós para que possamos realizar todos os espetáculos previstos para este outono", acrescentou o cantor e líder da banda.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.