Os habitantes de Mogadíscio, a capital da Somália, assistiram esta quarta-feira (22) à primeira projeção de cinema em 30 anos, um evento cultural rodeado por rígidas medidas de segurança.

O local da exibição, o Teatro Nacional da Somália, doado pelo líder chinês Mao Tsé-Tung em 1967, testemunhou décadas tumultuadas neste país do Corno de África. Foi alvo de ataques suicidas e serviu de base para senhores da guerra.

"Será uma noite histórica para os somalis", disse o seu diretor, Abdikadir Abdi Yusuf, algumas horas antes.

A programação de estreia: dois curtas do realizador somali de 28 anos IBrahim CM, "Hoos" e "Date from Hell". A entrada custou cerca de 8,50 euros, um preço elevado para muitos habitantes de Mogadíscio.

A capital já teve muitos cinemas, mas eles fecharam quando a guerra civil rebentou em 1991.

Caído em desuso, o Teatro Nacional foi reaberto em 2012, mas destruído duas semanas depois pela Al Shabab, uma milícia islâmica ligada à Al Qaeda que comete ataques na cidade.

Restaurado, a sua reabertura traz lembranças de momentos felizes.

“Nos velhos tempos, ia ao Teatro Nacional para ver concertos, peças de teatro, espetáculos pop, danças folclóricas e filmes. Entristece-me ver Mogadíscio sem a vida noturna que existia antes”, disse Osman Yusuf Osman, um cinéfilo.

"Mas é um bom começo [...] Não vou perder este acontecimento histórico esta noite", declarou à agência France-Presse (AFP) antes da sessão.

Outros estavam menos entusiasmados e preocupavam-se com a segurança, como Hakimo Mohamed, mãe de seis filhos, que frequentava o local quando era criança.

“As pessoas saíam à noite e ficavam até tarde se quisessem, mas agora não acho muito seguro”, comentou.

A Al Shabab foi expulsa de Mogadíscio há dez anos, mas continua controlando as áreas rurais.

Segundo fontes contactadas pela AFP, a noite decorreu sem nenhum incidente de segurança.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.