A realizadora argelina Yamina Bachir Chouikh, conhecida pelo filme "Rachida", denunciando a violência de anos de terrorismo, morreu vítima de doença prolongada, anunciou hoje a associação de cinema "Lumières".

Yamina Bachir ficou conhecida pela longa-metragem “Rachida” (2022), que se centra num jovem professor num bairro operário na Argélia, que luta contra o terrorismo durante a década negra (1992-2002) e denuncia uma "cultura de ódio e violência".

O filme foi destaque em diversos festivais e ganhou prémios em Amiens (França), Namur (Bélgica) e Marrakech (Marrocos).

Yamina Bachir Chouikh trabalhou em obras como "Le vent des Aurès" de Mohamed Lakhdar Hamina (1966) ou "Omar Gatlato" de Merzak Allouache (1976).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.