"Feliz Dia Para Morrer" ficou em primeiro lugar na estreia nas bilheteiras americanas, com 26,5 milhões de dólares, suplantando as expectativas, que não chegavam aos 20 milhões.

A nova sensação, que custou apenas 4,5 milhões, cruza o género de terror com a ideia de "O Feitiço do Tempo": uma jovem estudante está condenada a reviver incessantemente o dia do seu assassinato, com todos os excepcionais detalhes e aterrorizante final, até conseguir descobrir a identidade do assassino.

O sucesso não se repete em Portugal, onde estreou ao mesmo tempo: apenas convenceu pouco mais do que 12 mil espectadores, ficando em quarto lugar na lista.

Ainda assim, os praticamente "desconhecidos" Jessica Rothe, Israel Broussard e Ruby Modine ajudaram a desalojar da liderança nos EUA "Blade Runner 2049", com Ryan Gosling e Harrison Ford, que ficou pelos 15,1 milhões à entrada para a segunda semana de exibição.

Apesar do apoio dos críticos, a sequela do filme de culto de 1982 está a ser um fracasso comercial depois de um grande investimento de 150 milhões: tem apenas 60,5 milhões nos EUA e 98 milhões nos mercados internacionais.

A desilusão estende-se a Portugal, onde apesar do primeiro lugar nas preferências, apenas foi visto por 88 mil espectadores.

Em terceiro lugar nos EUA ficou o 'thriller' "O Estrangeiro", um filme de ação com Jackie Chan e Pierce Brosnan sobre um humilde homem de negócios que enterrou o seu passado à procura justiça após a morte da filha num atentado terrorista, que se cruza com um governante suspeito: 12,84 milhões.

Também já em exibição no nosso país, ficou em segundo lugar ao fim de quatro dias de exibição, com 17.661 espectadores.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.