Durante mais de três décadas na ABC, e antes disso na NBC, Walters tornou-se conhecida em programas como "Today", na NBC, e "20/20" da ABC, entre outros.

"A Barbara Walters faleceu pacificamente na sua casa rodeada por quem a ama. Viveu a sua vida sem arrependimentos", confirmou a sua porta-voz-.

"Barbara era uma verdadeira lenda, uma pioneira não só para as mulheres no jornalismo, mas para o próprio jornalismo. Foi uma repórter única no seu campo e conseguiu muitas das entrevistas mais importantes do nosso tempo", disse o CEO da Walt Disney Co., empresa-mãe da ABC, Bob Iger, em comunicado.

Barbara Walters começou a sua carreira em 1961 como repórter, argumentista e membro de painel para o "Today Show" da NBC, antes de ser promovida a co-apresentadora em 1974. Em 1976, tornou-se na primeira mulher pivot num programa de notícias em horário nobre.

Durante mais de 40 anos foi um nome de referência da televisão e do jornalismo norte-americano. Falou com líderes mundiais mas também com celebridades nos programas de daytime.

A jornalista entrevistou, entre outros, todos os Presidentes dos Estados Unidos, de Richard Nixon a Barack Obama, bem como o antigo líder da Líbia Muammar Kadhafi, morto em outubro de 2021, e Fidel Castro de Cuba, falecido em 2016.

Em 2014, Walters deixou o programa "The View" mas ainda continuaria a trabalhar em part-time na NBC durante mais dois anos.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.