A exposição anual de ilustração é um dos pilares daquela feira de negócios livreiros e dá a conhecer regularmente uma seleção do melhor que se faz na área do desenho e da ilustração, sendo ainda atribuído um prémio a um autor com menos de 35 anos.

De entre os 3.200 autores de 68 países que concorreram com trabalhos inéditos ou já publicados a esta exposição, um júri internacional escolheu 303, entre os quais sete portugueses, todos com obra publicada: André Carrilho, Catarina Gomes, Joana Estrela Barbosa, Margarida Botelho, Raquel Costa, Tiago Galo e Teresa Cortez.

Para a exposição deste ano, a 55.ª que a feira do livro organiza, serão escolhidos trabalhos de 80 autores, em data a anunciar. Também vai ser produzido um anuário e a exposição vai estar, depois, em itinerância por vários países.

Em 2020, a organização selecionou o trabalho da ilustradora portuguesa Inês Viegas Oliveira.

Os ilustradores com menos de 35 anos são ainda candidatos a um prémio, criado em parceria com a SM Fundación Internacional, no valor de 12.400 euros e que inclui a edição de um livro. Em 2014, o prémio foi atribuído a Catarina Sobral.

A feira de Bolonha decorre habitualmente entre março e abril, com mais de 1.400 espaços de compra e venda de direitos na área do livro ilustrado, e a presença de 30 mil profissionais, mas em 2020 ocorreu num formato reduzido, com algumas iniciativas 'online', por causa da pandemia da COVID.

Este ano, a 58.ª edição da feira foi programada de 14 a 17 de junho, na esperança de que possa acontecer com presença física de autores, editores e livreiros.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.