Com a eleição de Donald Trump para a presidência dos EUA, um milionário e antiga estrela de 'reality show', alargou definitivamente o campo de seleção de potenciais candidatos para as eleições de 2020.

Depois do entusiasmo com Oprah Winfrey, surgiram rumores à volta de outra hipótese, Dwayne Johnson, também conhecido pelo "The Rock".

E a potencial candidatura conta já com o apoio, como convém, de outra celebridade: Michael Moore.

"Lancem "The Rock! Lancem "The Rock. Quem é se se quer para comandante supremo? Quero a porra do Rock!", afirmou à Variety o controverso realizador.

Michael Moore ficou célebre pela sua oposição à guerra no Iraque e causou uma grande polémica na cerimónia dos Óscares com o "Shame on You, Mr. Bush!" quando recebeu o Óscar pelo documentário "Bowling for Columbine" em 2003.

Frequente interveniente em debates sobre política, defendeu durante a entrevista à Variety que os americanos adoram estrelas e o Partido Democrata não percebe que Trump é uma adorada celebridade da televisão.

Questionando a relutância do partido em lançar alguém que seja adorado pelos americanos, como Tom Hanks ou Oprah Winfrey, acabou por revelar entusiasmo que lhe falaram em Dwayne Johnson.

"Iria assustar quem quer que nos fizesse mal. Pensem só como ficaríamos seguros se o The Rock fosse presidente. Não o Vin Diesel! The Rock. Ou Liam Neeson, mas o Liam Neeson não pode concorrer porque a nossa constituição diz que temos de nascer aqui. Portanto, quem é o Liam Neeson americano que poderíamos candidatar? Porque ninguém se iria meter com ele", reforçou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.