“A lotação máxima no recinto da Festa do Avante! licenciada em anos anteriores para 100.000 visitantes (e apenas considerando a área da Quinta da Atalaia) é atualizada este ano para a lotação de 40.000”, explicita o plano de contingência para a rentrée do PCP, um aumento de 7.000 da lotação face aos 33.000 permitidos pela DGS há um ano.

De acordo com o documento, que não estipula obrigatoriedade, a Direção-Geral da Saúde “recomenda fortemente que todos os participantes no evento, independentemente do seu papel no mesmo, devam aceder ao recinto mediante apresentação” de um certificado de vacinação contra a COVID-19 “aquando da validação do bilhete de ingresso e/ou com a prova de teste para SARS-CoV-2 negativo”.

O PCP "dá seguimento à recomendação da DGS para que os visitantes sejam portadores de comprovativo de vacinação, de recuperação de doença e/ou teste negativo" e disponibiliza junto da entrada da Quinta do Cabo uma área onde será possível "a realização de teste rápido, para quem necessitar, em colaboração com entidade certificada, bem como para a realização de autotestes".

"A responsabilidade da realização do teste cabe a cada visitante e a organização recomenda que o possa fazer previamente", indica o PCP, na nota.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.