A gigante do entretenimento Disney publicou esta quarta-feira um lucro líquido trimestral de quase metade do registado no mesmo período do ano passado, mas anunciou um novo aumento de subscritores na sua plataforma de streaming Disney+.

O lucro foi de 597 milhões de dólares no primeiro trimestre, menos 46% em comparação com o mesmo trimestre de 2021, e muito abaixo do esperado pelos analistas.

Enquanto isso, a Disney+ já chegou a 137,7 milhões de subscritores, 33% a mais num ano e em relação a 103,5 milhões.

O crescimento trimestral foi de 7,9 milhões, em contraste com a Netflix, que continua a liderar com 221,6 milhões de subscritores, mas teve uma redução pela primeira vez numa década de 200 mil, o que levou as suas ações na bolsa perderam 35,1% do valor, o equivalente a 54,4 mil milhões de dólares.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.