Ao contrário da Marvel, a DC Comics continua com problemas nas adaptações ao cinema.

Após os complicadas produções de "Esquadrão Suicida" e principalmente "Liga da Justiça", agora foi a vez de Joss Whedon desistir de levar ao cinema "Batgirl".

Desta vez a justificação não passou pelas "diferenças criativas" como é normal no mundo do cinema.

"'Batgirl' é um projeto tão entusiasmante e a Warners/DC parceiros tão cooperantes e apoiantes que me levou meses a perceber que realmente eu não tinha uma história", admitiu o realizador num comunicado ao The Hollywood Reporter, antes de perguntar "se existe uma palavra 'sexy' para falhanço".

Joss Whedon esteve à frente de "Os Vingadores" (2012) e da sequela, "A Era de Ultron" (2015), e ia escrever o argumento, realizar e produzir o projeto da DC Comcis, que ainda não tem título e fará parte da estratégia da extensão do universo cinematográfico da DC, onde já estão "Mulher-Maravilha", "Liga da Justiça" e "Aquaman".

Para além da experiência que já tem do universo Marvel, Whedon também foi o criador da série de culto "Buffy, Caçadora de Vampiros".

Nos 'comics', a Batgirl é filha de James Gordon, o comissário de Gotham. Apesar da personagem  ter 'nascido' em 1967, tornando-se uma das super-heroínas mais populares do mundo, apenas apareceu uma vez no cinema, como secundária no desastroso "Batman & Robin" (1997), onde era interpretada por Alicia Silverstone.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.