Martin Scorsese celebrou 78 anos esta quarta-feira (17) e partilhou imagens adoráveis da festa em casa.

Nelas, o celebrado realizador de "Taxi Driver", "O Touro Enraivecido", "Tudo Bons Rapazes" e "The Departed: Entre Inimigos", pelo qual venceu um Óscar, partilha o protagonismo com um bolo decorado com a inconfundível paisagem de Nova Iorque e os seus terriers, bem conhecidos de alguns dos seus fãs e que têm direito a conta própria nas redes sociais (The Scorsese Dogs).

Scorsese está na pré-produção de "Killers of the Flower Moon", cuja rodagem começa na primavera de 2021.

O novo projeto após o recente "O Irlandês" para a Netflix conta uma história real sobre os assassinatos de indígenas em Oklahoma nos anos 1920 e está já rodeado de grande expectativa: o realizador pela primeira vez com os seus atores de eleição, Robert De Niro e Leonardo DiCaprio.

Os três têm muita história entre si, mas nunca ao mesmo tempo no cinema.

Durante a quarentena, o realizador fez uma curta-metragem sobre a sua experiência, exibida em maio na BBC no último programa "Lockdown Culture With Mary Beard" (ver link), em que a académica britânica refletiu sobre o impacto da pandemia na cultura e criatividade dos artistas.

Em setembro, também foi homenageado com um prémio honorário pela carreira no Festival de Toronto.

Num discurso em vídeo, festejou "o facto de os festivais de cinema continuarem a acontecer - improvisando, adaptando, fazendo tudo funcionar de alguma forma - é muito emocionante para mim".

"Infelizmente, é cada vez mais comum ver o cinema marginalizado e desvalorizado e, nesta situação, classificado como uma espécie de 'junk food'", comentou na altura.

"O cinema, filmes, longas-metragens, no seu melhor, são uma fonte de encantamento e inspiração", defendeu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.