"Thunder Road", uma tragicomédia contra a "virilidade estilo John Wayne", realizada e interpretada por Jim Cummings, foi o grande vencedor do Festival de Cinema americano de Deauville, na França, que também premiou no sábado o mexicano Carlos López Estrada.

Para a presidente do júri, a atriz francesa Sandrine Kimberlain, trata-se de "um filme insólito e inventivo [...] que tem o mérito de não se parecer com nenhum outro".

Esta ode à sensibilidade masculina, financiada pelo público na internet e obra-prima de Cummings, teve muito sucesso entre o público deste festival de cinema, realizado no noroeste da França.

O filme retrata um homem, polícia de profissão, cujo comportamento, aparentemente estranho e politicamente incorreto, provocou risos entre os presentes, mas também lágrimas, quando o público percebeu que Jim Arnaud, disléxico, tem dificuldade para controlar a violência das suas emoções.

"Cresci em Nova Orleães, onde o mito do homem duro como John Wayne é uma religião. É horrível. Influencia a taxa de suicídio", tinha explicado Jim Cummings, de 31 anos, na quinta-feira numa conferência de imprensa.

O prémio da crítica foi para "Blindspotting - À Queima-Roupa", já exibido nas salas portuguesas, que é o primeiro filme do mexicano Carlos López Estrada.

O prêmio do júri reconheceu dois filmes: "Night Comes on", primeira longa-metragem de Jordana Spiro, e "American Animals", de Bart Layton.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.