O projeto cinematográfico “Era uma vez em Gaza”, dos palestinianos Arab e Tarzan Nasser, com coprodução portuguesa, foi contemplado com apoio financeiro do Conselho da Europa, através do fundo Eurimages.

Em comunicado, o Conselho da Europa revelou na segunda-feira que atribuiu 8,1 milhões de euros de apoio financeiro a 29 coproduções de cinema, entre os quais a longa-metragem de ficção “Era uma vez em Gaza”, daqueles realizadores palestinianos, com 350.000 euros.

O filme é uma coprodução entre França, Alemanha e Portugal, através da Ukbar Filmes, produtora que também já tinha participado no projeto anterior dos irmãos Nasser, intitulado “Gaza, meu amor”, que chegou a ser o candidato da Palestina aos Óscares.

Segundo a Ukbar Filmes, parte do filme foi rodado em Portugal, com a recriação dos portos de Gaza no Algarve, e a coprodução passou ainda pelo trabalho de som, caracterização e mistura.

Além do Eurimages, o projeto “Era uma vez em Gaza” também tem apoio financeiro do Instituto do Cinema e do Audiovisual.

Esta é a terceira tranche de financiamento anunciada este ano pelo Eurimages de apoio à coprodução.

Nas duas tranches anteriores foram abrangidos os projetos "Hanami", primeira longa-metragem da realizadora portuguesa Denise Fernandes (250.000 euros), de produção luso-suíça; "Filipinas", documentário de Leonor Noivo, coproduzido entre Portugal e França com 74.500 euros; e "Sonhar com Leões", de Paolo Marinou-Blanco, com coprodução entre Portugal, Brasil e Espanha, com 150.000 euros.

Desde que foi criado, em 1988, o programa Eurimages já apoiou a coprodução de 2.438 projetos cinematográficos, com um financiamento total de cerca de 694 milhões de euros.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.