Sem aviso prévio, em 2018, "La Casa de Papel" estreou-se na Netflix, depois de ter sido exibida no canal espanhol Antena 3. As audiências na TV não foram as melhores e nada fazia prever um sucesso global. Mas, semana após semana, a popularidade da série foi crescendo e conquistando espectadores, tornando-se numa das séries originais do serviço de streaming mais vistas de sempre em qualquer idioma em todo o mundo.

Quatro anos depois da estreia na televisão espanhola, "La Casa de Papel" prepara-se para se despedir dos espectadores. A primeira parte da quinta e última temporada da série estreia-se esta sexta-feira, dia 3 de setembro, e o SAPO Mag já viu os primeiros dois episódios.

Veja o trailer:

A primeira parte da temporada final conta com cinco episódios - "O Fim da Estrada"; "Acreditas na reencarnação?"; "O Espetáculo da Vida"; "O Teu Lugar no Céu"; e "Viver Muitas Vidas". Já o segundo volume do final da produção, que também vai contar com cinco episódios, chega ao serviço de streaming a 3 de dezembro.

Aviso: se não quer saber nada de nada sobre a quinta temporada, o melhor é não ler o artigo

Depois de 100 horas no Banco de Espanha...

Depois do assalto bem sucedido à Casa da Moeda, em Madrid, nas primeiras temporadas, o Professor (Álvaro Morte) e a sua equipa decidiram arriscar e invadir o Banco de Espanha. Há 100 horas dentro do edifício, os problemas começam-se a multiplicar e as soluções são cada vez menos - tal como revela o trailer da nova temporada, o líder do grupo está em apuros.

Em "O Fim da Estrada", título do primeiro episódio da quinta temporada, encontramos o Professor mais frágil do que o habitual, depois de salvar a sua cara-metade, Lisboa. Pela primeira vez, a equipa encontra uma adversária à altura, a inspectora Sierra (Najwa Nimri), que consegue descobrir o centro de operações da equipa e capturar o protagonista.

LA CASA DE PAPEL

"O grupo está retido no Banco de Espanha há mais de 100 horas. Conseguiram salvar Lisboa, mas enfrentam a sua hora mais negra após perderem um dos seus. O Professor foi capturado por Sierra e, pela primeira vez, não tem um plano de fuga", resume a Netflix na sinopse da quinta temporada.

A tensão marca o primeiro episódio e promete deixar os espectadores em sobressalto. Depois de vários planos que correram quase o abecedário todo, o Professor fica sem saídas e perde o controlo do maior assalto da história. Como irá reagir Tóquio (Úrsula Corberó), Denver (Jaime Lorente), Rio (Miguel Herrán), Estocolmo (Esther Acebo) e companhia? Será Lisboa (Itziar Ituño) capaz de liderar a equipa?

No segundo episódio ("Acreditas na reencarnação?"), o maior golpe da história, que começou por ser um assalto, transforma-se numa verdadeira guerra.

LA CASA DE PAPEL

Minuto após minuto, os famosos assaltantes de macacão vermelho ficam mais encostados à parede. "Quando parece que as coisas não podem piorar mais, surge um novo inimigo muito mais poderoso do que qualquer um que eles já enfrentaram: o exército", adianta o serviço de streaming.

Repleto de cenas de ação, o início do fim de "La Casa de Papel" vai deixar os fãs com o coração nas mãos: os planos (quase) perfeitos do Professor parecem começar a falhar. Irão os assaltantes mais famosos do pequeno ecrã conseguir escapar ilesos? As respostas começam a chegar a partir de sexta-feira, mas o desfecho só será revelado em dezembro.

Atravessar a fronteira para visitar Lisboa

Para além do caos, das explosões, dos tiroteios e das artimanhas do Professor, o início da quinta e última temporada de "La Casa de Papel" conta com momentos mais emotivos, como as memórias (românticas e trágicas) de Tóquio.

Ao falar do seu passado, a personagem recorda a sua passagem por Lisboa e os passeios românticos com o seu antigo namorado, personagem interpretada por Miguel Ángel Silvestre. Nos primeiros episódios, o casal visita, por exemplo, o Panorâmico de Monsanto.

Mas os passeios de Tóquio por Lisboa não se ficam por aqui. De acordo com o trailer da série e as imagens da rodagem, as personagens divertiram-se nos Santos Populares, andaram de elétrico no coração da capital portuguesa e jantaram junto ao rio Tejo.

Além dos flashbacks de Tóquio, os espectadores vão reencontrar Berlim (Pedro Alonso), uma das personagens mais acarinhadas pelos fãs da série espanhola.

Veja na galeria os bastidores da quinta temporada:

Caos, suspense, lágrimas e reviravoltas inesperadas: são estes os ingredientes principais dos dois primeiros episódios da quinta e última temporada. Como irá tudo terminar? Apostas e teorias há muitas, mas as respostas começam a chegar a partir de 3 de setembro.

Para o criador da série, Álex Pina, a quinta e última parte é "épica". "Passámos quase um ano inteiro a pensar na melhor forma de destruir o bando. Como encostar o Professor às cordas. Como criar situações irreversíveis para vários personagens. E o resultado é a quinta temporada de 'La Casa de Papel'. A guerra chega ao seu extremo mais selvagem, mas é também a temporada mais épica e emocionante de todas", adianta.

A série conta com Úrsula Coberó (Tóquio), Álvaro Morte (O Professor), Itziar Ituño (Lisboa), Pedro Alonso (Berlim), Miguel Herrán (Rio), Jaime Lorente (Denver), Esther Acebo (Estocolmo), Enrique Arce (Arturo), Darko Peric (Helsínquia), Hovik Keuchkerian (Bogotá), Luka Peros (Marselha), Belén Cuesta (Manila), Fernando Cayo (Coronel Tamayo), Rodrigo de la Serna (Palermo), Najwa Nimri (Inspetor Sierra), José Manuel Poga (Gandía), entre outros.

Miguel Ángel Silvestre ("Sky Rojo", "Sense 8") e Patrick Criado (nomeado para os prémios Goya por "A Grande Família Espanhola", "Viver Sem Permissão") são os dois novos membros do elenco.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.