O aRi[t]mar – nome que combina ritmar (de ritmo) e rimar (de poesia) - é um projeto promovido pela Escola Oficial de Idiomas de Santiago de Compostela para divulgar música e poesia e aproximar as culturas e as línguas da Galiza e de Portugal.

“O júri do aRi[t]mar considerou a AJA merecedora deste galardão por esta associação cívica e cultural manter vivo o legado da pessoa e obra do grande cantor e poeta José Afonso, que sempre destacou as suas ligações, e as do povo português, com a Galiza”, revela o aRi[t]mar, em comunicado, sublinhando ter escolhido a data da véspera do dia 25 de Abril por ser uma data emblemática e comemorativa da Revolução dos Cravos.

Além disso, a famosa “Grândola vila morena”, canção que simboliza a luta do povo português, e de todos os povos do mundo, pela liberdade, foi interpretada pela primeira vez na Galiza, num “concerto massivo” realizado a 10 de maio de 1972, no Burgo das Nações, em Santiago de Compostela, acrescenta a organização do prémio.

Desde então, José Afonso voltou à Galiza em várias ocasiões, para participar em diferentes concertos e também “para encontrar os seus amigos galegos”, tais como Benedicto, Xico de Carinho ou Manuel María, entre outros, recorda.

“A plena identificação do Zeca com a Galiza traduziu-se numa das suas declarações mais conhecidas: ‘A Galiza é para mim uma espécie de pátria espiritual. Foi uma experiência maravilhosa. Algo especial. Talvez ninguém me entendesse como na Galiza’”, sublinha o promotor do prémio.

A Associação José Afonso nasceu em Setúbal em 1987, pouco depois da morte de José Afonso.

Ao fim de 30 anos de existência e com quinze núcleos ativos por todo o Portugal e na diáspora, a associação conta ainda com uma delegação galega, a AJA Galiza, constituída com o objetivo de difundir os valores de José Afonso na Galiza, e promovendo, a sul do Minho, a realidade social e cultural da Galiza, com muitas atividades anuais em torno da figura de José Afonso.

O Prémio Especial do Júri para a Embaixada de Amizade Galego-Lusófona é um prémio atribuído por decisão direta do júri e procura destacar o trabalho de pessoas, instituições, organizações ou iniciativas que se tenham destacado por criar pontes de amizade, afeto e colaboração entre a Galiza e Portugal, em prol da cultura e língua comum galego-portuguesa.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.