Cinco meses após a morte do teclista Andy Fletcher, aos 60 anos, Dave Gahan e Martin Gore anunciaram o regresso dos Depeche Mode aos discos e aos palcos.

A novidade foi revelada esta terça-feira, 4 de outubro, numa conferência de imprensa em Berlim. "Memento Mori" será o 15.º álbum da banda britânica e o primeiro no formato de dupla. O disco começou a ser criado durante a primeira fase da pandemia e foi inspirado pelo confinamento, avançou Martin Gore.

"Após a morte [de Andy Fletcher], decidimos continuar porque temos a certeza de que era o que ele quereria, e isso deu outro significado ao projeto", acrescentou. O cantor, músico e compositor avançou ainda que todas as canções estão já finalizadas, faltando apenas a o processo de mistura.

"O Fletch teria adorado este álbum", complementou Dave Gahan. "Temos oportunidade de fazer música e tocá-las paras vocês, com a esperança de levar um sentimento de alegria e solidariedade, à nossa pequena escala, a um mundo que parece constantemente atormentado por alguma forma de turbulência”, explicou o vocalista.

"Memento Mori", sucessor de "Spirit" (2017) e igualmente produzido por James Ford, deverá ser editado na primavera de 2013 e será apresentado ao vivo numa digressão mundial que arranca em março nos EUA. Entre maio e agosto, os Depeche Mode atuam em mais de 30 palcos europeus, mas Portugal está para já de fora. Amesterdão, Barcelona, Madrid, Londres, Paris, Berlim, Roma, Praga e Oslo estão entre as cidades contempladas.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.