Em comunicado, a Culturgest explicou que este será o primeiro concerto em Portugal de Autechre, a dupla de eletrónica com mais de trinta anos de carreira, formada por Rob Brown e Sean Booth, e que é “um dos projetos mais proeminentes da eletrónica contemporânea”.

O grupo, que tem sido pioneiro “na exploração de paisagens sonoras únicas e complexas”, editou há trinta anos o álbum de estreia, “Incunabula”, pela Warp Records.

Expandindo as fronteiras do que é a eletrónica, a música composta pelos Autechre tem-se tornado na última década “gradualmente mais bizantina”, como escreveu a publicação Pitchfork, a propósito de “Sign”, o álbum mais recente, de 2020.

Ao vivo, Rob Brown e Sean Booth têm optado por reduzido ao mínimo possível a iluminação de sala, para intensificar a experiência de audição.

“Acho que acontece sempre qualquer coisa quando ouves música de olhos fechados ou no escuro. Sentes mais profundamente a música”, afirmou Sean Booth em 2018, numa entrevista ao jornal The Irish Times.

“A pedido da dupla, também a sala da Culturgest estará o mais próximo da escuridão total possível. Serão ativados todos os protocolos de segurança necessários e previstos por lei”, lê-se na nota de imprensa.

O concerto de Autechre em Lisboa faz parte da digressão europeia AE_Live de 2024.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.