A Mostra de Veneza, o mais antigo dos festivais de cinema, inaugurou nesta quarta-feira a 74ª edição com uma sátira social do tipo ficção científica, "Downsizing", na qual o ator Matt Damon diminui de tamanho para viver no luxo e salvar o planeta.

O realizador americano Alexander Payne, observador das fraquezas humanas em "Eleições" (1999), "As Confissões de Schmidt" (2002), "Sideways" (2004), "Os Descendentes" (2011) e "Nebraska" (2013), vai neste sentido com um de seus filmes mais originais.

Esta história sobre a sociedade de consumo, a busca pela felicidade e o meio ambiente sob ameaça conseguiu arrancar risos do público e os primeiros grandes elogios dos críticos. Há quem lhe chame "pequena obra-prima".

Tudo começa em Bergen, na Noruega, onde um cientista observa o rato que acaba de colocar numa máquina semelhante a um micro-ondas e se dá conta de que a sua invenção funciona.

Anos depois, o inventor reduz-se a si mesmo para 13 centímetros de altura e apresenta debaixo de aplausos a primeira comunidade de homens e mulheres em miniatura, inclusive com os primeiros bebés, que acredita serem a solução para o excesso de população do planeta e o problema do lixo.

Em "Downsizing", um homem simples de Omaha, Paul Safranek (Matt Damon), sonha conseguir uma vida melhor e ter uma bela casa com sua esposa Audrey (Kristen Wiig).

A descoberta norueguesa já conquistou adeptos há décadas e as mini pessoas "vivem como reis". As novas cidades dedicadas exclusivamente aos homens em miniatura são apresentadas com técnicas de marketing como paraísos do luxo e do ócio na Terra.

O casal ambiciona viver essa experiência e vende os seus poucos bens. O único problema é que Audrey muda de opinião no último instante.

"Downsizing" está na lista das produções que aspiram ao célebre Leão de Ouro ao lado de outros 20 participantes de diversos perfis. Já a pensar nos Óscares, estreia em Portugal a 21 de dezembro.

No total participam cinco realizadores americanos, quatro italianos, três franceses, dois britânicos, dois chineses, um mexicano, um australiano, um israelita, um libanês e um japonês.

A única cineasta mulher é a chinesa Vivian Qu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.