O primeiro filme foi "Perseguição Impiedosa" em 1966 e meio século depois de aparecerem juntos em "Descalços no Parque" (1967), as lendas do cinema Jane Fonda e Robert Redford voltam a dividir o ecrã com uma comovente  história de amor, solidão e companheirismo no crepúsculo da vida.

"Our Souls at Night" [As Nossas almas à noite] tem a estreia mundial esta quinta-feira no Festival de Cinema de Veneza, onde os dois veteranos serão homenageados pelas suas carreiras, duas das mais longas e bem sucedidas dos EUA.

Baseada na obra de Kent Haruf, esta produção da Netflix foi dirigida pelo indiano Ritesh Batra.

Fonda e Redford interpretam Addie Moore e Louis Waters, dois vizinhos reformados e viúvos que vivem uma vida agradável numa pequena cidade do Colorado.

Os dois conhecem-se de vista há anos, mas sem qualquer intimidade. Tudo muda quando, por sugestão de Addie, decidem dividir a cama uma noite, mas para sentirem-se acompanhados e conversar, aliviando a solidão sentida por ambos.

À medida que a amizade cresce e se desenvolve, as conversas noturnas começam a ficar mais sérias e mais profundas: Addie e Louis partilham segredos sobre como foram os respectivos casamentos e sobre a relação com os filhos, já adultos.

Este é o terceiro filme de Batra, depois de "O Sentido do Fim" (2017) e do mais conhecido "A Lancheira" (2013).

O realizador, de 38 anos, nasceu no mesmo ano em que Redford, agora de 81 anos, e Fonda, de 79, atuaram juntos pela última vez, em 1979 num filme de Sydney Pollack, o western "O Cowboy Eléctrico".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.