Atualmente está a viver em Los Angeles, onde estudou no Conservatório Stella Adler, a participar num filme sobre os primeiros anos de ator de James Dean,
«Joshua Tree, 1951: A Portrait of James Dean».

Porém, o seu percurso tem as suas bases mais importantes na
Escola Profissional de Teatro de Cascais, onde a sua carreira de intérprete arrancou a sério com participações em encenações de peças de autores clássicos como Gil Vicente, William Shakespeare, Molière, Sófocles, Aristófanes e Jean Genet.

Rafael Morais estreou-se no cinema em 2008 com um papel secundário no elogiado
«Um Amor de Perdição», de
Mário Barroso, e no ano seguinte conseguiu logo um papel principal, no novo filme de
Marco Martins,
«Como Desenhar Um Círculo Perfeito». Em outubro, vamos vê-lo no novo filme de
João Canijo,
«Sangue do Meu Sangue», e tem em pós-produção o filme norte-americano
«Chasing Eagle Rock», onde contracena com o irmão gémeo, Edgar Morais.

Entretanto, Rafael também se estreou na realização, com a curta-metragem
«You Are the Blood»[b][/b], em fase de pós-produção.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.