Ringo Lam foi encontrado sem vida pela sua esposa na manhã de sábado, avançou a comunicação social de Hong Kong. Tinha 63 anos e a causa da morte não foi revelada.

Um dos mais influentes realizadores do cinema de ação de Hong Kong que surgiram na década de 80, os seus trabalhos ultrapassaram as fronteiras e encheram os videoclubes da época em todo o mundo.

Foi por aí que chegaram por exemplo a Quentin Tarantino, um dos seus admiradores, que indicou um dos seus filmes mais incontornáveis,"City on Fire" (1987), como uma influência para a sua estreia como realizador em "Cães Danados" (1992).

"City on Fire" tinha como protagonista Chow Yun-Fat, que também dirigiu noutros filmes, destacando-se os da saga "Prison on Fire" (1987 e 1991).

Tal como aconteceu com os colegas e amigos John Woo e Tsui Hark, Ringo Lam também passou por Hollywood. A estreia foi com "Máximo Risco" (1996), o primeiro e melhor dos três filmes que fez com Jean-Claude Van Damme, seguindo-se depois "A Réplica" (2001) e "Prisão Infernal" (2003).

Após uma pausa, regressou com "Triângulo", filme em três segmentos realizado com Johnnie To e Tsui Wark aclamado no Festival de Cannes e o último que estreou em Portugal.

O filme de suspense "Sky on Fire" (2016) foi o seu último trabalho a chegar aos cinemas.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.