Chris Pine prepara-se para voltar a ser o Capitão Kirk num novo filme "Star Trek", mas está bastante cauteloso com o projeto.

Quando J.J. Abrams anunciou a 15 de fevereiro que o seu estúdio Bad Robot ia avançar com a rodagem do quarto filme "Star Trek" perto do final do ano e com o mesmo elenco original, não apanhou só os fãs de surpresa: os atores também não sabiam de nada.

A mais recente saga começou em 2009 com um filme realizado por Abrams que contava como Kirk se tornou o Capitão da Enterprise e foi um grande sucesso, que continuou com a sequela "Star Trek: Além da Escuridão" em 2013. No entanto, o terceiro filme, "Além do Universo", em 2016, foi um fracasso de bilheteira.

Numa nova entrevista, o ator confirmou ainda que já teve encontros com o estúdio e a equipa criativa do novo projeto, mas ainda não viu um argumento "digno desse nome. Acrescentou que os filmes cimentaram a carreira que agora tem e adora "Star Trek" em si mesmo e a sua mensagem, assim como a personagem e os atores com quem trabalha, e existem muitas histórias por contar".

No entanto, Pine sugere que talvez não seja viável ou realista o estúdio gastar 500 milhões de dólares e esperar que atinja um valor astronómico de receitas de bilheteira.

"Tentámos sempre consegui o gigantesco mercado internacional. Foi sempre sobre conseguir arrecadar os mil milhões de dólares. Foi sempre esta marca dos mil milhões porque a Marvel estava a fazer mil milhões. Mil milhões, mil milhões, mil milhões. Nós sofremos com isso porque 'Star Trek', por alguma razão, o seu público central é fanático. Conseguir cativar estas pessoas que estão interessadas que talvez sejam fãs de 'Star Wars' ou acham que 'Star Trek' não é 'cool'... Sem dúvida que fizemos um bom trabalho com isto, mas não o género dos mil milhões de dólares que eles querem", desabafou ao Deadline.

"Sempre achei que 'Star Trek' devia trabalhar na zona que é mais pequena. Não tem a atração da Marvel. É do género, vamos fazer o filme para as pessoas que adoram este grupo de pessoas, que adoram esta história, que adoram 'Star Trek'. Vamos fazê-lo para eles e depois, se as pessoas quiserem vir à festa, ótimo. Mas façam-no por um preço e façam-no de modo a que se fizer 500 milhões de dólares, isso seja realmente bom", reforçou.

Além de Chris Pine, são esperados os regressos de Zachary Quinto (Spock), Zoe Saldana (Uhura), Karl Urban (Bones McCoy), John Cho (Sulu) e Simon Pegg (Scotty), faltando apenas Anton Yelchin (Chekov), que faleceu em 2016, no filme realizado por Matt Shakman ("WandaVision") anunciado para chegar aos cinemas a 22 de dezembro de 2023.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.