Ryan Reynolds anunciou uma paragem no ritmo de fazer filmes após o fim da rodagem de "Spirited" para a Apple TV.

"É a conclusão para mim em 'Spirited. Não tenho a certeza se estaria pronto para dizer sim sequer há três anos a um filme tão desafiante. Cantar, dançar e trabalhar com o Will Ferrell tornou imensos sonhos realidade. E este é o meu segundo filme com a grande Octavia Spencer", começou por anunciar o ator este sábado aos seus fãs no Instagram.

"A altura perfeita para uma pequena paragem sabática de fazer filmes. Vou sentir falta de cada segundo a trabalhar com este grupo obscenamente talentoso de criadores e artistas. Hoje em dia, a bondade é tão importante quanto o talento. Tive a sorte de trabalhar com pessoas que estão recheadas com ambas", acrescentou.

Praticamente desde o sucesso de "Deapool" em 2016 que Ryan Reynolds vinha mantendo um ritmo intenso, com o lançamento sucessivo de "Vida Inteligente" (2017), "O Guarda-Costas e o Assassino" (2017), "Deadpool 2" (2018), "Detective Pikachu" (2019, só voz), "6 Underground" (2019) e "Os Croods: Uma Nova Era" (2020, só voz).

Por causa dos atrasos provocados pelo pandemia, este ano estrearam com pouco tempo de intervalo "O Guarda-Costas e a Mulher do Assassino" e "Free Guy: Herói Improvável".

Um terceiro filme ficará disponível na Netflix a 12 de novembro; "Red Notice", ao lado de Dwayne Johnson e Gal Gadot.

"Spirited", um musical inspirado no conto "A Christmas Carol" ainda não tem data de lançamento na Apple TV.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.