Eis uma das razões mais desconcertantes para fazer um filme: Josh Brolin gosta imenso de uma comédia romântica que Sandra Bullock e Ryan Reynolds fizeram em 2009 e isso teve um papel importante para aceitar a proposta para ser o Cable em "Deadpool 2".

"Era um fã secreto de 'A Proposta', já o vi vários vezes", admitiu à revista Entertainment Weekly.

"Disse ao Ryan tipo 'Não sei qual a razão e não sei o que significa isto psicologicamente, comportamentalmente ou emocionalmente, mas, sim, tenho uma espécie de fraquinho por ti'", concretizou.

A história anda à volta de uma executiva canadiana mal disposta a trabalhar em Nova Iorque (Sandra Bullock) que se vê na iminência de ser deportada por não ter condições de renovar o visto e decide "forçar" um dos seus colaboradores a casar com ela (Ryan Reynolds).

A começar logo por "Os Gonnies" (1985) e continuando por "Este País Não é Para Velhos" (2007) ou "Sicário - Infiltrado" (2015), bem como o recente "Vingadores: Guerra do Infinito", o ator de 50 anos construiu uma reputação de duro em vários filmes ao longo de décadas de carreira.

Por tudo isto, Ryan Reynolds ainda não parece acreditar que o colega viu a sua comédia romântica e acha tudo bizarro.

"Ele mencionou isso várias vezes, o que é esquisito para mim porque ele é tão duro. Nunca imaginaria isso.", disse o ator que interpreta Deadpool no mesmo artigo.

"Tipo ele finge que é todo tipo 'New Agey' às vezes e tudo isso, mas mesmo lá no fundo acho que o coração dele é feito de um pedaço de granito do Yosemite. Não acredito que por debaixo daquela carapaça dura esteja um anjinho doce que adora comédias românticas. Não acredito. Nem por instante", concluiu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.