Praticamente 40 anos depois, está em preparação uma sequela do clássico "Uma História de Natal".

Com muita nostalgia e humor negro, o filme de 1983 centrava-se em Ralphie, um miúdo de nove anos (interpretado por Peter Billingsley) que tentava convencer os pais e as pessoas à sua volta que uma arma de ar comprimido seria o seu presente ideal para o Natal de 1940.

Um sucesso moderado nos cinemas, a reputação do filme foi crescendo com o passar dos anos até se tornar um dos maiores clássicos da temporada festiva: embora não seja tão conhecido em Portugal, nos EUA está praticamente ao nível de um "Do Céu Caiu Uma Estrela" ou "Sozinho em Casa" e até deu origem a um premiado musical da Broadway.

O seu impacto é ainda mais surpreendente por se tratar de um filme de Bob Clark, que dois anos antes realizara uma comédia de "mau gosto" que se tornaria um clássico do género: "Porky's" (1981).

Como ator e produtor, Peter Billingsley vai regressar aos 50 anos para a sequela, que será lançada na plataforma de streaming HBO Max e acompanhará Ralphie de regresso a casa na década de 1970 para dar aos seus filhos um Natal mágico como o que ele teve, reencontrando amigos de infância e aceitando a morte do seu pai, ao mesmo tempo que "planta" as sementes que remetem para as origens do primeiro filme.

Sucedendo a Melinda Dillon no papel da mãe de Ralphie estará Julie Hagerty, a conhecida estrela do clássico da comédia "Aeroplano!" (1980).

Com rodagem prevista para arrancar em fevereiro (na Bulgária!), o argumento é da autoria de Nick Schenk, um dos homens de confiança de Clint Eastwood (escreveu "Gran Torino", "Correio de Droga" e "Cry Macho - A Redenção") e a realização de Clay Kaytis, que ganhou experiência atrás das câmaras com a animação "Angry Birds: O Filme" (2016) e "Crónicas de Natal" (2018), um filme para a Netflix com Kurt Russell.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.