artigo

Ator brasileiro Cláudio Cavalcanti morre aos 73 anos

30 de setembro de 2013

O ator brasileiro Cláudio Cavalcanti morreu no domingo ao final da tarde aos 73 anos por complicações cardíacas após uma operação na coluna cervical, noticiam hoje os media brasileiros.

Cláudio Cavalcanti, que atualmente era secretário municipal de Promoção e Defesa dos Animais do Rio, estava internado desde o dia 16 no hospital Pró-Cardíaco Botafogo (zona sul).

Conhecido em Portugal pela sua participação em telenovelas como "Irmãos Coragem" ou "Roque Santeiro", Cavalcanti é um nome relevante no cenário artístico brasileiro, tendo trabalhado como ator, realizador, produtor teatral, escritor, tradutor, cantor, e radialista.

Ao longo da carreira, participou em mais de 50 telenovelas, minisséries e especiais, além de 22 longas-metragens e dezenas de peças teatrais. Foi também vereador do Rio de Janeiro durante dois mandatos.

O último trabalho de Cavalcanti na televisão foi a segunda temporada da série "Sessão de Terapia", do canal GNT, com estreia prevista para dia 7 de outubro no Brasil.

"Ele veio com muita humildade e muita fome", disse à Folha de São Paulo o produtor de "Sessão de Terapia", Roberto d'Ávila. "Parecia um garoto de 17 anos no seu primeiro trabalho".

O realizador, Selton Mello, já anunciou que a nova temporada de "Sessão de Terapia" será dedicada a Cavalcanti.

"Era um grande ator, deixou um trabalho extraordinário. É uma pena que ele não tenha visto este trabalho pronto, era um recomeço para ele. Isto tudo foi muito súbito e muito surpreendente", disse Mello.

"Uma das coisas que me chamou mais a atenção foi a disponibilidade física dele. Ele estava ali como um menino, com uma vontade de fazer bonito", acrescentou.

Carioca, nascido a 24 de fevereiro de 1940, filho de um professor e de uma dona de casa, Cláudio Cavalcanti fazia teatro amador na escola, em 1956, quando foi convidado por um amigo para participar num teste no TBC - Teatro Brasileiro de Comédia -, que iria montar a peça "Nossa Vida com Papai" e precisava de um ator na faixa dos 16 anos.

Foi nessa época que conheceu e conviveu com jovens atores que anos depois seriam conhecidos além-fronteiras, como Fernanda Montenegro, Sérgio Britto e Nathalia Timberg.

Na mesma época, começou a sua carreira também na televisão, ao ser convidado para participar no programa João e Maria, na TV Tupi.

@Lusa

Comentários

SAPO no Facebook